Inovação é tema da aula inaugural do curso técnico em Informática do Câmpus Tubarão

30. julho 2015 | Escrito por | Categoria: Câmpus Tubarão, Eventos, Matérias

A inovação tecnológica foi o tema principal da aula inaugural do curso técnico em Informática do Câmpus Tubarão do Instituto Federal de Santa Catarina (IFSC), realizada nesta quarta-feira (29). A aula contou com a presença dos 40 alunos matriculados no curso, além de familiares e servidores. Este é o primeiro curso técnico presencial do Câmpus Tubarão.

O coordenador Willian Bolzan dos Santos falou sobre o curso e sobre as várias oportunidades que os alunos terão, já que existe uma demanda muito grande por profissionais da área. “Esse é o primeiro passo de uma carreira. A Informática é uma área essencial para o crescimento do país. Desejo sucesso a todos vocês, e que vocês tenham persistência e determinação durante o curso”, disse.

A diretora-geral Rita de Cássia Flor e a chefe do Departamento de Ensino, Pesquisa e Extensão Maria Angélica Bonadiman Marin deram boas-vindas aos alunos. “Esse curso foi pensado para essa região, onde a mão de obra qualificada é uma dificuldade. Vamos dar todo o suporte necessário para que vocês tenham sucesso”, disse Maria Angélica. “É uma alegria muito grande ver esse movimento de alunos no câmpus. Temos uma equipe muito bem preparada para receber vocês”, acrescentou Rita.

A reitora Maria Clara Kaschny Schneider ressaltou que a área da Informática é de grande importância para o desenvolvimento da região. “É muito legal ver uma turma diversificada como esta. Isso possibilita um grande aprendizado pela troca de experiências”, observou.

Inovar para crescer

A aula inaugural teve como tema “Oportunidades de TI na Região da Associação de Municípios da Região de Laguna (Amurel)” e foi ministrada pelo empresário Sonio da Rosa Scheper, proprietário da empresa Branet Tecnologia e Consultoria e também presidente da Associação das Empresas de Tecnologia de Tubarão e Região. Ele iniciou a aula apresentando um panorama da área de tecnologia da informação no Brasil e na região. “O setor está na contramão do desemprego. Estima-se que hoje haja 200 mil vagas em aberto no Brasil, que não são preenchidas pela falta de mão de obra qualificada”, disse.

Segundo Sonio, o Brasil ocupa o 5º lugar no ranking mundial em investimentos em tecnologia da informação e comunicação. A meta é que, até 2020, o setor seja responsável por 20% do Produto Interno Bruto (PIB) brasileiro. “Estamos falando de uma indústria limpa, que não gera resíduos nem tem impacto ambiental”, observou.

Sonio também alertou os alunos sobre as grandes possibilidades na área da inovação tecnológica. “Inovação não é só ter uma ideia brilhante. É olhar para um problema e transformá-lo em um negócio que gere riqueza”, explicou. “Tenham conhecimento técnico, mas ao mesmo tempo estejam atentos e exercitem o pensamento de vocês para perceber as oportunidades de inovação”, aconselhou.

O empresário ressaltou que as políticas de inovação estão cada vez mais fortes no Brasil. “Há muitos editais, tanto do governo federal quanto dos estaduais e municipais, para apoio financeiro e técnico de ideias inovadoras”, citando o caso da sua própria empresa, que em 2008 conseguiu apoio da Financiadora de Estudos e Projetos (Finep) para o desenvolvimento de um software de gestão para a assistência social.

Tubarão é um dos municípios que terão um Centro de Inovação do Programa Catarinense de Inovação (PCI), iniciativa do governo do estado para promover ações que tragam melhorias na economia, com a capacitação de pessoas e empresas, para aumentar a competitividade. A previsão é que a obra seja finalizada até junho de 2016. Sonio acredita que, com isso, o município consiga reter mais seus talentos. “Muitos dos profissionais são absorvidos por outros mercados. Queremos mudar esse cenário. A briga hoje no mercado é pelo profissional, não pelo cliente”, explicou.

Mais fotos da aula inaugural estão disponíveis na página do IFSC no Facebook.

Tags: ,

Faça um comentário!