Câmpus Joinville comemora formatura dos cursos técnicos e superiores

15. março 2016 | Escrito por | Categoria: Câmpus Joinville, Cotidiano, Matérias

formatura 2015.2 247Sábado (12) foi dia de comemoração e sentimento de dever cumprido para o Câmpus Joinville, que realizou a formatura de seus cursos técnicos em Enfermagem, Eletroeletrônica, Mecânica e Segurança do Trabalho e dos cursos superiores de tecnologia em Gestão Hospitalar e Mecatrônica. Para contemplar todas as turmas, foram realizadas duas solenidades, às 15h e às 18h30, na Yelo Stage, com a presença dos formandos, familiares, amigos e direção e servidores do IFSC.

As cerimônias oficiais foram conduzidas pelo pró-reitor de Pesquisa, Pós-graduação e Inovação, Clodoaldo Machado, que ressaltou que é na formatura que o IFSC cumpre de fato a sua missão de promover educação pública, gratuita e de qualidade. “É uma forma de prestarmos conta à sociedade do trabalho que realizamos”, enfatizou. “Hoje é dia de alegria. Porque o conhecimento é o maior bem que o ser humano pode possuir”, completou.

O diretor-geral do Câmpus Joinville, Valter Vander de Oliveira, lembrou que muitos alunos entraram ainda adolescentes no IFSC e que chegaram adultos à formatura, com formação e com futuro garantido. Aos novos profissionais, o diretor deixou alguns conselhos: “vivam sem medo; acreditem em vocês; sejam éticos; e iniciem outras jornadas”.

Emprego e universidade

formatura 2015.2 194Quem está pronto para começar uma nova jornada é João Ricardo Kunde, aprovado em três vestibulares – na Universidade Federal de Santa Catarina (UFSC), Universidade do Estado de Santa Catarina (Udesc) e na Universidade da Região de Joinville (Univille). Ele acabou de concluir o curso técnico integrado em Mecânica e optou pelo curso de Ciências Econômicas para seguir na faculdade. Como seu ingresso na UFSC, em Florianópolis, é no segundo semestre, por enquanto ele está cursando o primeiro módulo na Univille.

Embora acredite que seria melhor ter mais disciplinas da cultura geral nos últimos módulos para facilitar o estudo para o vestibular, já que atualmente estas disciplinas são mais concentradas nas fases iniciais, João contou que o curso técnico dá condições tanto para o mercado de trabalho quanto para o vestibular. “Ganhei profissão em um curso técnico reconhecido no mercado de trabalho e consegui recursos para fazer um curso superior”, comentou o novo técnico, que pretende trabalhar na área enquanto cursa a faculdade.

formatura 2015Formados no curso técnico integrado em Eletroeletrônica, Renam Lemes dos Santos e Lucas Hellmann também saem do IFSC com futuro garantido. Os dois foram efetivados na empresa de automação industrial em que fizeram o estágio. “Eles dão muito valor ao estágio”, contou Renan, referindo-se aos diretores da empresa.

Para Lucas, além do emprego, o curso ainda lhe possibilitou ingressar no ensino superior. Assim como João, ele também se muda para Florianópolis no segundo semestre para estudar na UFSC, no curso de Direito. “O curso técnico foi muito bom para mim. Foi um marco de mudança”, afirmou o jovem.

formatura 2015.2 20Aluno do curso técnico concomitante em Eletroeletrônica, Diego Franzoi foi outro aprovado na UFSC para o segundo semestre. Ele vai fazer o curso de bacharelado em Mobilidade, na unidade de Joinville. Diego já está trabalhando como técnico eletricista e garante que o mercado de trabalho reconhece os técnicos formados pelo IFSC, principalmente por causa da estrutura e dos professores. “Ter um curso técnico é um diferencial grande, tanto em salário quanto em ambiente de trabalho”, afirmou o recém-formado, que destacou ainda o fato do curso ser no período noturno, o que possibilita conciliar estudo e trabalho.

Aprovações

Vale lembrar que o IFSC foi a instituição de ensino de Joinville, com mais de dois candidatos, que teve melhor desempenho percentual no último vestibular da UFSC, com 14 alunos aprovados, o que representou 40% de aprovações entre seus inscritos. Além da UFSC, alunos do Câmpus Joinville também foram aprovados para cursos superiores do próprio IFSC, da Udesc, Instituto Federal Catarinense (IFC), Universidade Federal do Paraná (UFPR), Universidade Tecnológica Federal do Paraná (UTFPR) e faculdades particulares reconhecidas.

Embora o desempenho de destaque em vestibular não seja o foco do ensino médio profissionalizante, o diretor de Ensino, Pesquisa e Extensão do Câmpus Joinville, Maick da Silveira Viana, lembrou que a dedicação dos professores e a infraestrutura disponível proporcionam não só a formação técnica para o mercado de trabalho, mas também a formação humana imprescindível para quem deseja seguir os estudos.

Tags:

Faça um comentário!