Trabalhos do curso de moda são expostos em shopping de Araranguá

22. março 2016 | Escrito por | Categoria: Câmpus Araranguá, Cotidiano, Matérias

expo-moda2Aos 18 anos, a estudante Bruna Roque corre atrás de um sonho que acalenta desde criança: trabalhar com moda. Filha de pai agricultor e mãe professora, ela sai todos os dias do interior de Araranguá para estudar no curso superior de tecnologia em Design de Moda do IFSC. É o terceiro curso na área que ela faz na instituição.

O interesse pela moda começou desde pequena, quando desenhava roupas para as suas bonecas. Em casa, ela e as duas irmãs sempre foram incentivadas a estudar. “Querendo ou não, é complicado trabalhar na agricultura, que não é valorizada. Desde pequenas, fomos incentivadas a estudar para conseguir algo melhor. E corremos atrás”, conta Bruna.

O caminho natural foi o curso técnico em Produção de Moda, que Bruna fez no IFSC paralelamente ao ensino médio na Escola Maria Garcia Pessi. Como sua paixão sempre foi o desenho, também fez no IFSC um curso de qualificação profissional na área. No ano passado, ingressou no curso superior, que deve concluir em 2018. No momento, também é bolsista no IFSC e vem se dedicando à iniciação científica.

“Entrei no curso com o objetivo de me especializar em desenho. Mas o curso é bem amplo e ainda estou vendo onde me encaixar. No momento, estou me identificando bastante com a iniciação científica”, afirma Bruna.

expo-modaEla é uma das 36 estudantes do curso de Tecnologia em Design de Moda do IFSC que expuseram seus trabalhos no Center Shopping Araranguá. São biquínis e chapéus desenvolvidos durante a segunda fase do curso, que já haviam sido exibidos no XV° I’Fashion, realizado em fevereiro deste ano no IFSC. A mostra faz parte do lançamento da Coleção Inverno 2016 do shopping.

“É uma forma de termos reconhecimento. As pessoas olham, elogiam e isso é muito interessante”, diz Bruna, que até já recebeu oferta de trabalho durante uma exposição como essa. No Center Shopping Araranguá, ela está expondo um chapéu baseado no conceito de profusão e um biquíni inspirado no frevo, feito em dupla com a colega Emileyne Abreu.

Fazem parte da exposição dois produtos diferentes. Os biquínis com base em jeans, tendo como referência elementos da cultura brasileira, foram confeccionados na disciplina de Lavanderia em Jeans, da professora Anamélia Fontana Valentim. A mostra também conta com chapéus produzidos na disciplina de Pesquisa e Criação, da professora Rafaela Soratto, onde os alunos foram desafiados a criar modelos baseados em categorias conceituais de criação.

Rafaela Soratto, que também é coordenadora do curso, explica que a exposição dos trabalhos é uma forma de qualificar os futuros profissionais da moda. “A divulgação dos trabalhos que desenvolvemos no curso é uma forma dos alunos serem reconhecidos e terem mais visibilidade. Muitos alunos já receberam propostas de trabalho após exibirem suas criações”, afirma.

Tags:

Faça um comentário!