Projeto de extensão do Câmpus Itajaí promove oficinas com crianças da Educação Infantil

26. agosto 2016 | Escrito por | Categoria: Câmpus Itajaí, Cotidiano, Matérias

Crianças de uma escola infantil de Balneário Camboriú tiveram a oportunidade de ver de perto e entender um pouco mais sobre o ecossistema marinho e sobre espécies que só conheciam em desenho animado, filmes ou mesmo pelos livros. Esse é o resultado das aulas do projeto de extensão “Aprendendo com o Mar”, do Câmpus Itajaí.

Os 120 alunos do Núcleo de Educação Infantil “Meu Primeiro Passo” passaram por essa experiência nesta quarta e quinta (24 e 25). Eles participaram de oficinas realizadas nos laboratórios do câmpus, assistiram a vídeos sobre a baleia-azul, puderam ver microrganismos no microscópio e até segurar um ouriço-do-mar.

“Muitas crianças conhecem espécies que não são da fauna brasileira, como o leão, e desconhecem o que temos aqui. É muito importante que as crianças conheçam um pouco mais da biodiversidade marinha. Aqui elas podem entrar em contato com espécies que dificilmente elas poderiam ver na beira da praia”, avalia a professora do Câmpus Itajaí Melina Chiba Galvão.

Os peixes-palhaço são sucesso entre a criançada. Ao olhar para as listras e o tamanho dos animais, a maior parte das crianças lembra do personagem de desenho animado que elas conhecem muito bem, o Nemo. Na aula, inclusive, elas descobrem que uma forma de diferenciação entre os animais da espécie está relacionada ao tamanho, as fêmeas são maiores que os machos

.A atividade de extensão tem um significado ainda mais especial para os alunos do Núcleo de Educação Infantil “Meu Primeiro Passo” porque complementa aquilo que vem sendo realizado em sala de aula. “Nós temos um projeto na escola que se chama “Diversidade na Educação Infantil – aprendendo com o fundo do mar” em que usamos as espécies encontradas no fundo do mar para trabalhar questões sobre diversidade de gênero, raça e etnia”, explica a professora do Núcleo de Educação Infantil, Marina da Silva.

Por Beatrice Gonçalves | Jornalista IFSC

Faça um comentário!