Projeto do Câmpus Palhoça Bilíngue promove exposição fotográfica multimídia

8. setembro 2016 | Escrito por | Categoria: Câmpus Palhoça Bilíngue, Cotidiano, Eventos, Matérias

De 8 de setembro a 16 de outubro, o Câmpus Palhoça Bilíngue do Instituto Federal de Santa Catarina (IFSC) promove a exposição fotográfica multimídia “Clube da Luta – 10 anos” no Museu da Imagem e do Som de Santa Catarina (MIS-SC), em Florianópolis. A exposição contará com vários recursos de acessibilidade e seu lançamento será nesta quinta-feira (08), às 19 horas, com o show da banda All Stars, interpretado na Língua Brasileira de Sinais.

A exposição é produzida pela acadêmica do curso superior de Tecnologia em Produção Multimídia do câmpus Jennifer Cândido e é fruto do projeto de extensão de mesmo nome coordenado pelo professor de Desenho e Animação David Pereira Neto. O Clube da Luta foi um movimento independente e colaborativo da cena cultural e musical de Santa Catarina, protagonizado por bandas catarinenses de rock que buscavam um espaço para apresentar seus trabalhos autorais, conquistando espaço na mídia local e nacional, de 2006 a 2009, tendo sido documentado pelas lentes do fotógrafo Cassiano Ferraz.

“A exposição busca proporcionar uma imersão saudosista e histórica dos três anos desse importante movimento para a música catarinense, respeitando a acessibilidade e proporcionando uma experiência completa para todos, além de aproximar os alunos de iniciativas artístico culturais gratuitas e fomentar o consumo de produtos culturais”, explicou Jennifer Cândido, produtora da exposição.

Serão apresentadas mais de 700 ampliações fotográficas, selecionadas entre quase 20 mil arquivos. Haverá exibição de clipes das bandas que integraram o movimento, do documentário Clube da Luta (O Mago, 2010), cartazes, CDs, clipagem de notícias, entre outros materiais promocionais reunidos pelas próprias bandas. As fotos exibidas serão instaladas com o recurso de reduzir a altura de visualização para contemplar os cadeirantes e os vídeos apresentarão legendas e as fichas técnicas terão versão em braille.

A exposição inclui ainda algumas outras atividades, como a oficina de fotografia de shows, voltada à comunidade surda, ministrada por Cassiano Ferraz, com a colaboração da intérprete de Libras Natália Rigo, que acontece em 17 de setembro, às 14 horas. Já em 23 de setembro será a vez do “Discotecando no MIS-SC”, quando em paralelo à exposição, os Djs Grazi Meyer e Gustavo Monteiro, ambos participantes do Clube da Luta, irão comandar o discos de vinil. Durante todo o período em cartaz da exposição, o museu terá som ambiente com as músicas das várias bandas que integraram o movimento.

Por Comunicação Câmpus Palhoça Bilíngue

 

Faça um comentário!