Sepei 2016: evento incentiva participação de alunos em projetos de pesquisa

16. setembro 2016 | Escrito por | Categoria: Câmpus Criciúma, Eventos, Matérias

Ao divulgar os projetos desenvolvidos pela comunidade acadêmica, o 5º Seminário de Ensino, Pesquisa, Extensão e Inovação (Sepei), realizado de 13 a 15, no Câmpus Criciúma, cumpriu outro papel importante para o IFSC: incentivar a participação dos alunos na iniciação científica. Durante os três dias de evento, foram apresentados 249 projetos, a maioria com o envolvimento direto de alunos dos cursos técnicos e de graduação.

pesquisa-2Para o aluno Gustavo Vicente da Silva, do curso técnico em Biotecnologia do Câmpus Garopaba, participar como bolsista do projeto “Co-digestão anaeróbica de resíduos de cozinha e esterco de gado para produção de biogás” possibilitou duplo aprendizado. Junto com o tema trabalhado e sua importância para a viabilização de energias alternativas, veio a aprendizagem sobre o próprio desenvolvimento de pesquisa e metodologia.

Apresentar o trabalho no Sepei, em condições de igualdade com alunos de outros câmpus e com profissionais de diferentes áreas, foi outra experiência significativa. “Aqui, a gente tem mais responsabilidade e se sente praticamente um profissional”, analisa. O trabalho do grupo do Gustavo foi um dos 48 projetos apresentados em forma de banner durante o seminário.

A primeira participação no Sepei do aluno Jackson Guesser, do curso técnico em Edificações do Câmpus Canoinhas, também foi motivadora. “A experiência é muito boa e pretendo continuar a desenvolver projetos.” Ele foi o responsável pela apresentação oral do projeto “Florestas urbanas: diagnóstico da composição arbórea da Praça Lauro Müller em Canoinhas – SC”.

pesquisa-3Para a apresentação, Jackson se preparou com antecedência e revisou todo conteúdo. Foi o que o salvou no início da apresentação do projeto, quando a responsabilidade de representar todo o grupo acabou pesando um pouco. “Se não conhecesse tão bem o projeto, não ficaria à vontade para recomeçar e dar conta de fazer a apresentação”, explica o aluno, que acredita que todas as experiências são válidas. No total, o Sepei teve 201 apresentações orais.

Comunicação científica

pesquisa-4Os jovens pesquisadores também fazem parte do público-alvo do Manual de Comunicação Científica do IFSC, publicado em março deste ano, com o objetivo de orientar os pesquisadores quanto às diversas formas de comunicação científica – periódicos, artigos, livros e eventos científicos. O tema foi tratado em uma oficina do Sepei, na quarta-feira (14), pela jornalista Ana Paula Lückman, uma das autoras do manual.

Conforme Ana Paula, o objetivo da oficina foi justamente divulgar para a comunidade interna o Manual de Comunicação Científica, onde constam as características dos principais textos científicos, as normas para produção de pôsteres científicos e orientações para apresentações orais, por exemplo. “A ideia de apresentar o conteúdo do manual durante o Sepei também foi pensada no aluno e não só no pesquisador”, comenta a jornalista.

Por Liane Dani | Jornalista IFSC

Tags:

Faça um comentário!