Setembro Verde: palestras orientam alunos sobre doação de órgãos no Câmpus Joinville

23. setembro 2016 | Escrito por | Categoria: Câmpus Joinville, Cotidiano, Matérias

setembro_verde_jlle3Santa Catarina é líder em doações de órgãos. Em 2015, o Estado registrou 30 doadores por milhão de habitantes, enquanto a taxa nacional ficou em 17%. Parte deste sucesso é atribuída à sensibilização das pessoas sobre a importância da doação. Para intensificar este trabalho, o curso técnico em Enfermagem do Câmpus Joinville aderiu à campanha Setembro Verde — Doe órgãos… A Vida Continua!, realizada pela Associação Brasileira de Transplante de Órgãos (ABTO), e promoveu palestras para todas as 16 turmas dos cursos técnicos integrados em Eletroeletrônica e Mecânica.

As palestras foram desenvolvidas por um grupo de alunos da 4ª fase de Enfermagem, como parte da execução de um projeto integrador (PI) orientado pela professora Débora Rinaldi Nogueira. Por meio de um jogo de perguntas no estilo “mito ou verdade”, os alunos abordaram alguns temas considerados tabus e repassaram informações corretas sobre todo o processo. “A falta de informação e o preconceito ainda são fatores que limitam o número de doações”, explicaram Arielle Rudnick, Cristiane Martendal, Patrícia Meier e Lucas Gabriel Odelli.

setembro_verde_jlle2Além de falar sobre os candidatos aptos a doar, os órgãos que podem ser transplantados, a captação de órgãos, a fila de espera e a vida pós-transplante, o grupo deixou claro a importância dos doadores conversarem com a família. “Para ser um doador, a pessoa tem que manifestar essa vontade para sua família”, ressaltaram.

setembro_verde_jllePara o enfermeiro coordenador da Comissão Intra-Hospitalar de Doação de Órgãos e Tecidos para Transplantes (CIHDOTT) do Hospital Municipal São José, Ivonei Bittencourt, a mobilização no Câmpus Joinville é muito importante porque trabalha diretamente com jovens. “É importante que eles sejam multiplicadores do que estão aprendendo aqui, porque temos muitos pacientes esperando doação e poucos doadores. Precisamos conscientizar que é importante doar e como doar”.

Por Liane Dani | Jornalista IFSC

Tags: ,

Faça um comentário!