Servidores do IFSC participam de encontro internacional de alfabetização e EJA

7. novembro 2016 | Escrito por | Categoria: Eventos, Matérias, Vida de Servidor

O terceiro encontro internacional de alfabetização e educação de jovens e adultos, realizado em outubro em Florianópolis teve participação de servidores do IFSC. O evento favoreceu o diálogo entre pesquisadores e tratou das tendências atuais da pesquisa de diferentes segmentos. Pela primeira vez a instituição participou com a apresentação de quatro trabalhos e em duas mesas de debate do evento.

Na mesa 7, “ EJA e currículo”, o professor Adriano Larentes da Silva, do Câmpus Chapecó, falou do currículo na Educação de Jovens e Adultos do México. Na mesa 4, “EJA, educação e trabalho: diálogos pedagógicos em educação e jovens e adultos”, as docentes Elenita Eliete de Lima Ramos, Claudia Hickenbick e Renata Costella Acauan, da Pró-Reitoria de Ensino e Câmpus Itajaí, respectivamente, falaram da certificação de saberes profissionais de trabalhadores (Certific). Elas relataram a experiência no processo que visa reconhecer os saberes de trabalhadores que não tiveram acesso aos processos formais de aprendizagem. Conforme Elenita, o convite para participar desta mesa 4 se deu por ser o IFSC pioneiro na oferta do Certific integrado ao Proeja, experiência que também foi apresentada na Conferência Internacional de Educação de Adultos (Confintea) que aconteceu em Brasília no primeiro semestre.

As professoras igualmente trataram do tema em apresentação de trabalho que relatou a experiência com o Certific para pescadores ofertado no campus Itajaí por meio da Comissão Permanente de Integração dos Programas Sociais (Cips). Outros dois trabalhos apresentados no evento foram de autoria de professores do IFSC do Câmpus Chapecó: Sandra Aparecida Antonini Agne e Talita Dalbosco relataram a experiência “A cultura da erva-mate: o saber popular na sala de aula” e os professores Giovani Ropelato e Sandra Antonini Agne demonstram a vivência “Educação de jovens e adultos e a educação profissional: interagindo com a comunidade”. Do Câmpus São Miguel do Oeste, houve a participação dos professores Mariana de Fátima Guerino, Maria Helena Romanini Mosquen e Douglas Antônio Rogerio que apresentaram o trabalho “Proeja – materialização de política pública em território campesino: assentamento da reforma agrária”.

Por Jornalismo Pronatec IFSC

Faça um comentário!