Ocupações no IFSC: Nota Oficial e situação atual

11. novembro 2016 | Escrito por | Categoria: Matérias

Alguns câmpus do Instituto Federal de Santa Catarina estão recebendo ocupações de estudantes. Os alunos estão organizados com cartazes e promovendo atividades em manifesto pela educação pública, contra a PEC 55 (que agora tramita no Senado após ser aprovada na Câmara dos Deputados com o número 241) e as propostas de reforma do Ensino Médio.

Logo no início das ocupações, ainda no mês de outubro, o IFSC publicou nota manifestando sua posição oficial sobre as ocupações. Hoje (11), a instituição emite novo comunicado sobre o assunto:

O Instituto Federal de Santa Catarina (IFSC) vem a público reiterar seu posicionamento em relação às ocupações promovidas por seus alunos em diversos câmpus pelo Estado.  

Esclarece que a ocupação é uma iniciativa dos estudantes, assim como já vem acontecendo em outros institutos federais e escolas por todo o País. Contudo, discorda de toda e qualquer atitude radical, violenta e que não respeite o direito de todos. O IFSC está constantemente em diálogo com os movimentos, acompanhando de perto a situação e apoiando as direções-gerais locais no intuito de garantir o funcionamento e a prestação do serviço público à sociedade.

Novamente, o IFSC reconhece a relevância das principais pautas que motivam o movimento, como a PEC 55 (antes 241, quando de tramitação na Câmara dos Deputados), que limita os gastos públicos pelos próximos 20 anos, bem como a reforma do Ensino Médio via Medida Provisória (746), que também gera alterações no funcionamento institucional.

Situação dos câmpus

Oeste

Os alunos dos Câmpus Xanxerê e Chapecó decidiram pela ocupação ainda em meados de outubro (24 e 20, respectivamente). Já o Câmpus São Miguel do Oeste está ocupado desde a última segunda-feira (7). A única unidades com interrupção das aulas é Chapecó, que está sem atividades para os cursos técnicos. As aulas do curso superior seguem normalmente. Nos outros dois câmpus não há paralisação de nenhuma atividade, letiva ou administrativa.

As organizações dos três câmpus estão promovendo atividades como palestras e oficinas sobre diversos temas, desde o próprio assunto das ocupações até revisão de matérias para vestibulares e Enem.

Sul

O Câmpus Araranguá foi o primeiro no IFSC a registrar ocupação, ainda em 19 de outubro. De lá para cá, as atividades seguem normalmente, tanto letivas quanto administrativas. Os alunos têm realizado debates sobre a mobilização nos intervalos das atividades acadêmicas.

Grande Florianópolis

Na Grande Florianópolis, estão ocupados os câmpus Florianópolis, São José e Palhoça, com interrupção de atividades em apenas no último. Em São José, o movimento estudantil tem extensa programação cultural e informativa sobre a ocupação.

Por Coordenadoria de Jornalismo IFSC

Faça um comentário!