Consup aprova sete novos cursos em quatro regiões do estado

26. abril 2017 | Escrito por | Categoria: Câmpus Caçador, Câmpus São Carlos, Câmpus São Miguel do Oeste, Câmpus Urupema, Campus Xanxerê, Matérias

Em reunião ordinária realizada ontem (24) o Conselho Superior do Instituto Federal de Santa Catarina (Consup) aprovou a oferta de sete novos cursos na instituição. São mais quatro técnicos, um superior e duas de pós-graduações disponíveis.

Oeste

O Câmpus São Carlos irá oferecer o curso superior de Engenharia Civil a partir do primeiro semestre de 2018. O curso será totalmente gratuito e terá duração de 10 semestres (5 anos). A entrada será por meio do Sistema de Seleção Unificada (SiSU), que utilizará as notas do Enem. Por isso, os interessados precisam se inscrever e realizar o Enem em 2017, que abre inscrições em 8 de maio.

Consup abril4Serão ofertadas 40 vagas anuais, de forma alternada: um ano no período noturno e no ano seguinte no período vespertino e assim por diante. O curso terá 3,8 mil horas, com 160 horas de estágio (período diurno), 140 horas para o Trabalho de Conclusão de Curso (TCC) e 380 horas de extensão.

Já o Câmpus São Miguel do Oeste irá ofertar, também em 2018, o técnico subsequente em Administração. É voltado para pessoas formadas no Ensino Médio e terá duração de quatro semestres (dois anos). Serão ofertadas 40 vagas e a entrada será por meio de sorteio público, uma vez ao ano.

Já no Câmpus Xanxerê, o curso aprovado foi a Especialização em Concepções Multidisciplinares de Leitura. Em nível de pós-graduação, o curso terá 40 vagas preenchidas por meio de memorial descritivo e entrevista com os candidatos. Será ofertado anualmente na modalidade presencial, com aulas quinzenalmente às sextas-feiras (noturno) e aos sábados (matutino e vespertino). A duração da especialização será de 18 meses, divididos em três módulos. O público-alvo são os graduados, especialmente da área da educação.

Meio Oeste

O Câmpus Caçador receberá dois novos cursos. A Especialização em Interdisciplinaridade e Práticas Pedagógicas na Educação Básica, em nível de pós-graduação na modalidade presencial ofertará 40 vagas. As aulas serão realizadas quinzenalmente às sextas-feiras (noturno) e aos sábados (matutino e vespertino), totalizando 18 meses de curso (420 horas). A especialização terá entrada bianual (a cada dois anos) e o ingresso será por sorteio. O público-alvo do curso são os professores das redes pública e privada de ensino da educação básica.

O outro curso aprovado para o câmpus é o técnico concomitante em Logística. Também presencial, ofertará 40 vagas a serem preenchidas por sorteio. Terá duração de um ano e será realizado no período noturno. O profissional formado estará apto a auxiliar nos serviços de apoio às atividades e rotinas administrativas da área de logística e suas interfaces com as demais áreas da empresa. O câmpus já possui os cursos técnicos concomitantes em Eletromecânica, Informática e Plásticos; Integrados em Administração e Informática; e subsequente em Administração.

Serra

O Câmpus Urupema terá mais um curso técnico a partir de 2018. O técnico em Administração terá entrada bianual e será ofertado na presencialmente no período noturno. São 40 vagas que serão preenchidas por sorteio público para o curso que terá duração de dois anos. Será voltado para formar o profissional que atua nas principais áreas administrativas tanto em organizações públicas ou privadas, auxiliando nas atividades de planejamento, organização, direção e controle.

Sul

Do Sul do Estado, a novidade ficou por conta do Câmpus Tubarão, que contará com o curso técnico concomitante em Desenvolvimento de Sistemas. Ofertado presencialmente no período vespertino, terá 40 vagas semestrais, preenchidas por sorteio público. Serão três semestres de curso, totalizando 1140 horas de capacitação. Serão formados profissional capazes de aplicar princípios e definições de análise de dados para desenvolver sistemas computacionais, além de habilitados a modelar, implementar e manter banco de dados; realizar testes de programas de computador; elaborar documentação de sistemas e executar manutenção de programas de computador.

Por Coordenadoria de Jornalismo

Faça um comentário!