Encontro de Ensino, Pesquisa e Extensão reúne servidores em Florianópolis

9. novembro 2017 | Escrito por | Categoria: Câmpus Araranguá, Câmpus Caçador, Câmpus Canoinhas, Câmpus Chapecó, Câmpus Criciúma, Câmpus Florianópolis, Câmpus Florianópolis-Continente, Câmpus Garopaba, Câmpus Gaspar, Câmpus Itajaí, Câmpus Jaraguá do Sul-Centro, Câmpus Jaraguá do Sul-Rau, Câmpus Joinville, Câmpus Lages, Câmpus Palhoça Bilíngue, Câmpus São Carlos, Câmpus São José, Câmpus São Lourenço do Oeste, Câmpus São Miguel do Oeste, Câmpus Tubarão, Câmpus Urupema, Campus Xanxerê, Destaques, Eventos, Implantação SIG, Reitoria

IMG_1249Nos dias 7 e 8 de novembro, cerca de 90 servidores de todos os câmpus participaram do segundo encontro de Ensino, Pesquisa e Extensão (EPE) deste ano. Foram convocados chefes de ensino; coordenadores de pesquisa, extensão e de registros acadêmicos; e também as equipes que atuam nas três áreas na Reitoria. A pauta do evento abordou temas como evasão, prática extensionista e pesquisa, além de capacitações envolvendo os processos institucionais e o SIGAA, o novo sistema de gestão de atividades acadêmicas que está em implantação.

A diretora executiva do IFSC, Silvana Lisboa – representando a reitora Maria Clara Kaschny Shcneider, que estava em Brasília em reunião do Conif -, destacou as quatro características que a gestão vem buscando trabalhar para cumprir a missão do Instituto: pessoas capacitadas, processos mapeados e organizados, gestão de tecnologia da informação e comunicação estratégica e eficiente. “A pauta do evento se baseia nessas características que são fundamentais na nossa busca de conhecimento para vencer o desafio que é gerir essa instituição e cumprir a nossa missão”, afirmou.

IMG_1247A abertura do evento contou com apresentações de dois projetos de extensão do Câmpus Florianópolis: o Coral do IFSC e o grupo teatral Boa de Siri. Na sequência, os pró-reitores das áreas organizadoras eu encontro fizeram breves apresentações.

A Permanência e Evasão no IFSC foi a temática escolhida pelo pró-reitor de Ensino, Luiz Otávio Cabral. Ele apresentou dados do instituto nesse contexto, buscando gerar uma provação nos presentes.

IMG_1272A taxa de evasão do IFSC – considerando o período de 2009 a 2016 – é de 44,79%, o que coloca o Instituto entre os 10 com maior evasão da Rede Federal. “As ações de Ensino, Pesquisa e Extensão são centrais para combater a evasão e reter nossos alunos”, enfatizou Cabral. Em 2016, a instituição iniciou a construção de seu plano de Permanência e Êxito que está sendo consolidado agora em 2017.

IMG_1276A pró-reitora de Extensão e Relações Externas, Maria Cláudia de Almeida Castro, apresentou o ciclo de desenvolvimento da extensão e destacou que, no momento, o foco é monitorar e qualificar a área. Nesse sentido, o módulo Extensão do SIGAA tem sido fundamental. “A extensão foi a primeira a entrar no SIGAA no ano passado, afinal, não tinha como monitorar as ações sem um sistema”, comentou.

Já o pró-reitor de Pesquisa, Pós-Graduação e Inovação, Clodoaldo Machado, apresentou a “Pesquisa nos Institutos Federais!”, dando enfoque nas diretrizes e características previsas na Lei nº 11.892/2008 que instituiu a Rede Federal de Educação Profissional, Científica e Tecnológica. O dirigente enfatizou a necessidade de se priorizar, nas pesquisas realizadas no IFSC, o atendimento às demandas da comunidade regional onde estão inseridos nossos câmpus. Também foram abordadas as pós-graduações no Instituto a implantação do Polo de Inovação recentemente aprovado pelo IFSC junto a Embrapii .

Para a servidora Aline Guerios, coordenadora de Relações Externas do Câmpus Xanxerê, o evento serviu para reforçar conhecimentos e aprender mais. “O que mais gostei foi a parte de capacitação do SIG, ainda mais que sou a professora-teste do câmpus e tinha muitas dúvidas sobre o funcionamento”, relatou.

SIGAA

O funcionamento do Sistema de Gestão de Atividades Acadêmicas ocupou boa parte da programação do evento. Na tarde de terça, as equipes da Diretoria de Estatísticas e Informações Acadêmicas (Deia) e da Diretoria de Tecnologia da Informação e Comunicação (Dtic) do IFSC apresentaram as customizações feitas na plataforma para deixar o sistema de acordo com o regulamento Didático-Pedagógico (RDP). A previsão é que, em janeiro de 2018, o sistema Isaac já deixe de ser utilizado.

Durante a quarta-feira, os servidores foram divididos por áreas e participaram de oficinas de formalização de projetos interinstitucionais, de utilização dos módulos de Pesquisa e Extensão do SIGAA, entre outras.

Trabalho Coletivo

reitora_encontroEPE_IFSC_2017Na manhã do segundo dia do evento, antes de iniciar as atividades por áreas, a reitora fez uma fala destacando a importância de momentos de discussão como o proposto. “Somos pautados pela nossa visão e nossa missão, mas não existe uma trilha única para alcançá-las. A controvérsia faz parte e nos faz avançar. Esse é o trabalho coletivo que a gente acredita!”, ressaltou.

Fórum de Registros Acadêmicos

Em paralelo ao encontro EPE, foi realizado o Fórum de Registros Acadêmicos. Os assuntos trabalhados com os coordenadores da área nos câmpus foram a guarda de documentos acadêmicos, as perspectivas da desburocratização no IFSC e o anuário estatístico 2018. Também houve um momento para o compartilhamentos de experiências exitosas, bem como uma oficina do SIGAA.

Por Marcela Lin e Felipe Silva | Jornalistas IFSC

Tags: , , ,

Faça um comentário!