IFSC estreita laços com universidade holandesa

15. dezembro 2017 | Escrito por | Categoria: Gestão, Matérias, Reitoria

deboraifscholanda2O IFSC está estreitando laços com a Universidade de Ciências Aplicadas Aeres, de Almere, na Holanda, em uma parceria que pode render oportunidades de intercâmbio para estudantes e professores nas áreas de biologia e meio ambiente. Esse é o resultado de uma visita realizada no fim de novembro pela professora Débora Monteiro Brentano, do Câmpus Florianópolis, selecionada por meio de consulta interna da Assessoria de Assuntos Internacionais da Reitoria para ir à instituição holandesa para avaliar oportunidades de cooperação.

Dentre as possibilidades de parceria, está a de receber estudantes holandeses do curso de graduação em Biologia Aplicada por aproximadamente 10 semanas entre abril e agosto do ano que vem. “Todos os alunos do curso têm que sair para intercâmbio fora do país”, explica Débora, que participou em 23 e 24 de novembro do Simpósio sobre Água (Water Symposium) da universidade holandesa.

deboraifscholandaOutra oportunidade é a de enviar estudantes e um professor de mestrado do IFSC para a Holanda entre fevereiro e março para participar de um projeto integrado com alunos e docentes de outras instituições que consiste em buscar soluções para um problema real trazido por uma empresa. Mais adiante, podem ser desenvolvidas parcerias para oferta de cursos a distância e para dupla titulação.

A seleção para levar Débora à Holanda foi feita por meio de análise da produção científica dela e de outros pesquisadores do IFSC na plataforma Stela Experta. Foram escolhidos os 10 pesquisadores com produção científica mais relevante relevância na produção científica nas áreas de “ecossistema” e “água”. Depois da viagem, ela apresentou os resultados da visita em reunião com a reitora Maria Clara Kaschny Schneider e a assessora de Assuntos Internacionais, Raquel Matys Cardenuto, na Reitoria, na última quarta (13).

O contato com a universidade Aeres surgiu por meio da instituição parceira Instituto Politécnico de Beja, de Portugal, que a reitora Maria Clara visitou em outubro. Dessa missão, surgiu o convite para o IFSC enviar um servidor para o Simpósio sobre Água, em Almere. “A ida da Débora poderia trazer outros retornos para nós e foi muito positiva. Em pouco tempo, conseguimos ter resultados para a instituição”, comenta a reitora.

Faça um comentário!