Aprovado Relatório de Gestão 2017

28. março 2018 | Escrito por | Categoria: Matérias

link-consupO Conselho Superior do IFSC (Consup) aprovou o Relatório de Gestão 2017, apresentado em reunião extraordinária realizada na segunda-feira (26), no auditório da Reitoria. O documento é elaborado pela equipe da Diretoria de Gestão do Conhecimento (DGC) da Pró-Reitoria de Desenvolvimento Institucional (Prodin) e apresenta os resultados obtidos pelo IFSC em 2017, compilando informações detalhadas de todos os setores da instituição.

O pró-reitor de Desenvolvimento Institucional (Prodin), Andrei Zwetsch Cavalheiro, destacou que a principal mudança do último relatório é a utilização da Plataforma Nilo Peçanha para coleta de dados da instituição. “Depois de 2016, a coleta de dados mudou. Agora, com a nova plataforma, os dados são mais confiáveis”, afirma.

O Relatório de Gestão atende ao Acórdão 2.267/2005 do Tribunal de Contas da União (TCU), que determina quais indicadores específicos devem constar no Relatório de Gestão. Alguns desses indicadores são relação candidato/vaga; relação ingressos/aluno; relação concluintes/aluno; índice de eficiência acadêmica de concluintes; índice de retenção do fluxo escolar; relação de alunos/docente em tempo integral; gastos correntes por aluno; percentual de gastos com pessoal; percentual de gastos com outros custeios e percentual de gastos com investimentos.

link-consup2O Relatório apresenta evolução em alguns itens, como o número total de matrículas, que em 2017 foi de 45.192, e a evolução de titulação do corpo docente. “O IFSC tem uma política de incentivo à qualificação de docentes, com concessão de bolsas e afastamentos. O número de professores com mestrado e doutorado só não é maior porque tivemos muitos servidores ingressantes e no concurso público a exigência mínima é de graduação”, destaca o pró-reitor.

Com o contingenciamento de gastos menor, houve uma evolução no percentual de gastos com investimento, pessoal e outros custeios. Segundo a reitora Maria Clara Kaschny Schneider, “mesmo com o contingenciamento diminuído, o orçamento ainda gera cuidados. Precisamos ainda fazer priorizações”.

Agora, o Relatório de Gestão 2017 será submetido à Controladoria Geral da União (CGU) em Santa Catarina, que enviará à apreciação do Tribunal de Contas da União (TCU). Após o parecer do TCU o documento será publicado no site do IFSC.

A reunião extraordinária do Consup foi transmitida ao vivo pela IFSCTV. Clique aqui para acessar a gravação da transmissão.

Por Carla Algeri | Jornalista IFSC

Tags: , , ,

Faça um comentário!