Edital do Inventor recebe propostas até 19 de novembro

29. outubro 2018 | Escrito por | Categoria: Câmpus Araranguá, Câmpus Caçador, Câmpus Canoinhas, Câmpus Chapecó, Câmpus Criciúma, Câmpus Florianópolis, Câmpus Florianópolis-Continente, Câmpus Garopaba, Câmpus Gaspar, Câmpus Itajaí, Câmpus Jaraguá do Sul-Centro, Câmpus Jaraguá do Sul-Rau, Câmpus Joinville, Câmpus Lages, Câmpus Palhoça Bilíngue, Câmpus São Carlos, Câmpus São José, Câmpus São Lourenço do Oeste, Câmpus São Miguel do Oeste, Câmpus Tubarão, Câmpus Urupema, Campus Xanxerê, Oportunidades

Foi lançado na última quarta-feira (24) o Edital do Inventor, chamada para avaliar o potencial de registro e patenteabilidade de “invenções”, novas tecnologias (produtos ou processos tecnológicos), desenhos industriais ou programas de computador resultantes de atividades de pesquisa. Podem participar servidores do quadro ativo permanente ou temporários que desenvolveram sua criação, invenção ou nova tecnologia, no todo ou em parte, por meio de projetos institucionais ou de atividades relacionadas a seu trabalho no Instituto Federal. O prazo para envio de propostas é 19 de novembro.

A avaliação do potencial acontecerá em três etapas, sendo que na primeira será feita a categorização das propostas de acordo com a natureza da proteção por propriedade intelectual, sendo: Programa de Computador, Desenho Industrial, Patentes (Patente de Invenção e Modelo de Utilidade). A etapa seguinte consistirá no serviço de avaliação do potencial de patenteabilidade das criações da categoria Patentes, a ser realizada por uma empresa especializada que emitirá um relatório técnico para cada proposta de Patentes contemplada na primeira fase. As 8 (oito) propostas melhores classificadas e que apresentarem o maior potencial de comercialização/transferência de tecnologia receberão o serviço de Busca de Anterioridade. As propostas classificadas e que, de acordo com o resultado da avaliação do potencial de patenteabilidade, atenderem ao requisito de novidade serão encaminhadas para a terceira etapa, quando ocorrerá a redação e depósito do Pedido de Patente no Instituto Nacional de Propriedade Industrial (INPI), respeitando as disposições da Resolução Interna do IFSC nº30/CD/2008, e viabilizando posterior transferência tecnológica para a sociedade.

Como participar

O servidor interessado em participar da chamada deve preencher o formulário eletrônico de Notificação de Criação/Invenção  até 19 de novembro.

Não serão aceitas propostas entregues pessoalmente. O resultado da análise das propostas recebidas será divulgado em 26 de novembro.

Importância da proteção intelectual

O chefe do Departamento de Inovação Tecnológica da Pró-reitoria de Pesquisa, Pós-graduação e Inovação (Proppi), Luiz Henrique Castelan Carlson, explica que o processo de proteção intelectual de criações tecnológicas valoriza os trabalhos e permite ao IFSC transferir tecnologia para empresas e instituições interessadas, cumprindo assim a missão institucional de difundir conhecimento e inovação.

Nos pedidos de proteção intelectual, o IFSC entra como titular da criação e, por meio de contratos de transferência de tecnologia, poderá receber royalties. Nesse caso, conforme o Art. 17 da  Resolução nº 030/2008/Cd, aos inventores cabe um terço do valor total que o Instituto Federal vier a receber.

Atualmente, o IFSC possui 33 pedidos de patente no INPI que aguardam a análise técnica para concessão final da Carta Patente. A instituição tem ainda sete registros de Desenho Industrial e um de Programa de Computador.

Cronograma

Inscrição: Até 19 de novembro
Análise das propostas recebidas: Entre 20 e 23 de novembro
Divulgação do resultado na intranet: 26 de novembro
Prazo para envio de recursos: Até 24h após a divulgação dos resultados
Divulgação do resultado final na intranet: 28 de novembro
Por Coordenadoria de Jornalismo do IFSC

Tags: , , , ,

Faça um comentário!