Professora é selecionada para curso em um dos maiores laboratórios de Física no Mundo

6. junho 2016 | Escrito por | Categoria: Campus Xanxerê, Cotidiano, Vida de Servidor

A professora Camila Gaspari, da área de Física do Câmpus Xanxerê, foi selecionada para participar da Escola de Física 2016 da Organização Europeia para a Pesquisa Nuclear, conhecida pela sigla Cern.

Docente há um ano no IFSC, Camila fará parte de um grupo de 20 professores brasileiros que irão participar de um curso e visita ao Laboratório de Instrumentação e Física Experimental de Partículas, em Lisboa (Portugal), nos dias 25 e 26 de agosto.

Eles ainda participarão da Escola de Professores no Cern, em Genebra, na Suíça, no período de 28 de agosto a 2 de setembro de 2016.

Camila conta que o objetivo, ao retornar ao Brasil, é promover capacitação de professores da rede pública. “Para eles trabalharem com tecnologia e Física Moderna, uma vez que isto propicia aos alunos entenderem o conhecimento físico produzido atualmente”, ressalta.

Em 2015, o IFSC teve outros dois professores participando da Escola de Física do Cern (Vinícius Jacques, de São José, e Diogo Chitolina, de São Miguel do Oeste). Eles produziram um documentário veiculado pela IFSC TV.

Saiba mais

O Cern é um dos maiores laboratórios de pesquisa em Física no mundo. Dentre os seus diversos programas, ele mantém um de Educação, destinado a professores da Europa.

Desde 2007, o Cern também tem mantido em suas instalações uma Escola de Física destinada a professores de escolas secundárias portuguesas, na qual são desenvolvidas aulas sobre Física de Partículas e áreas associadas, sessões experimentais e visitas aos laboratórios.

Os brasileiros têm ido ao Cern no pr­ograma original dos professores portugues­es, graças à oportunidade gerada pelo Laboratório de Instrumentação e Física ­Experimental de Partículas (LIP), em Lisboa.

Foi o LIP que abriu a possibilidade de ­participação de professores de outros paí­ses de fala portuguesa na Escola de Prof­essores no Cern em Língua Portuguesa, or­iginalmente restrita para professores por­tugueses.

No Brasil, a seleção e acompanhamento dos professores é coordenada pela Sociedade Brasileira de­ Física, através da sua Secretaria para Assuntos­ de Ensino.

Conheça mais sobre o CERN.

Faça um comentário!