Taxistas, garçons e recepcionistas participam de capacitação inédita no Câmpus Chapecó

8. junho 2016 | Escrito por | Categoria: Câmpus Chapecó, Cotidiano, Matérias

taxistas1O Câmpus Chapecó é parceiro da Prefeitura Municipal de Chapecó em uma ação inédita na cidade: o projeto Desbravando Nosso Potencial Turístico.As primeiras ações ocorrem nesta semana com a capacitação de três públicos fundamentais para receber os turistas na cidade: taxistas, garçons e recepcionistas de hotéis. Os encontros abordam assuntos como qualidade no atendimento e o potencial turístico de Chapecó e são conduzidos por servidores do IFSC e também pela Secretaria de Desenvolvimento Econômico e Turismo da Prefeitura.

Os taxistas foram divididos em três turmas e cada uma terá aulas durante seis horas, divididas em dois dias. A primeira aula já foi realizada nesta semana. “Realizamos a primeira aula e ficamos muito satisfeitos. Inclusive voltei para o ponto de táxi e já divulguei para meus colegas que não foram e pedi para que eles participem”, comenta o taxista Luiz de Moraes.

Para Moraes, é importante que os taxistas saibam os eventos que estão sendo realizados ou que serão realizados em Chapecó. “Muitas vezes nós ficamos sabendo dos eventos só quando já estamos levando algum cliente. Mas é importante saber antes, nós podemos orientar, tirar dúvidas das pessoas que chegam”, afirma o taxista.

Além dos taxistas, o IFSC também auxilia na capacitação de garçons. Por último, haverá oficinas com recepcionistas de hotéis.

Conteúdo das oficinas

garcons1A professora do Câmpus Chapecó, Roberta Cajaseiras, afirma que as oficinas visam sensibilizar os profissionais para a importância da qualidade no atendimento aos clientes, o comportamento e a segurança no trânsito, além da divulgação da Feira Internacional de Negócios, Processamento e Industrialização da Carne (Mercoagro) – que será realizada em setembro – e ainda sobre o potencial turístico do município. Sobre a qualidade no atendimento, Roberta explica que são trabalhados aspectos como apresentação pessoal, concorrentes, conforto do cliente, cortesia e acessibilidade.

Cada oficina é focada para o público específico: taxistas, recepcionistas ou garçons. Para os taxistas, também haverá oficinas sobre o Comportamento no Trânsito. O professor do IFSC, Juares de Melo Vieira, explica que vai abranger a direção defensiva e irá debater sobre as dificuldades do taxista em Chapecó, como condições das vias, semáforos, lombadas e rotatórias em excesso.

Outras entidades também se uniram à iniciativa: Associação Comercial e Industrial de Chapecó (Acic), Chapecó e Região Convention & Visitors Bureau, Sihbarsc (Sindicato dos Hotéis) e Sincavir (Sindicato dos Taxistas).

Faça um comentário!