Programa Ciência na Escola recebe submissões de propostas até 27 de maio

16. maio 2019 | Escrito por | Categoria: Oportunidades

Está aberto até 27 de maio o prazo para submissão de propostas para o programa Ciência na Escola. A chamada, desenvolvida pelo Ministério da Ciência, Tecnologia, Inovações e Comunicações (MCTIC) e o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), tem como objetivo financiar projetos de pesquisa, intervenção e avaliação, nas diversas áreas do conhecimento, em questões relacionadas ao ensino de ciências na educação básica (anos finais do Ensino Fundamental e Ensino Médio) das redes públicas de ensino. Os projetos poderão abordar o ensino de qualquer uma das disciplinas que fazem parte do currículo escolar dos anos finais do Ensino Fundamental e do Ensino Médio, devendo privilegiar o letramento científico, o uso de abordagens investigativas e de metodologias ativas de ensino, a aproximação entre as Instituições de Ensino Superior (IES) e as Instituições Científicas, Tecnológicas e de Inovação (ICT) com as escolas públicas, a disseminação dos métodos científicos das diferentes áreas do conhecimento, a integração entre as disciplinas e o despertar da vocação dos alunos e professores da educação básica para as carreiras científicas.

Conforme a chamada, os projetos deverão ser inseridos em uma das seguintes Linhas de apoio: Linha 1 – Pesquisa sobre o ensino de ciências na educação básica, Linha 2 – Ações de intervenção em escolas de educação básica com foco em ensino de ciências ou Linha 3 – Estudos avaliativos sobre o Programa Ciência na Escola . Os detalhes sobre cada linha, bem como os temas a serem abordados, devem ser conferidos na chamada disponível aqui.

O valor de financiamento dos projetos depende da linha de apoio e podem chegar até R$ 120 mil. Para os projetos das linha 1 e 2, o prazo final de submissão de propostas é até 27 de maio. Para projetos da linha 3, o período de submissão será de 6 de julho a 20 de agosto de 2020.

Para inscrever uma proposta, o proponente precisa ter título de doutor, além de outros requisitos apresentados na chamada.

Mais informações no site do programa Ciência na Escola.

 

Por Coordenadoria de Jornalismo do IFSC

 

Tags:

Faça um comentário!