Lançada a segunda edição do Boletim iDEIA

12. abril 2016 | Escrito por | Categoria: Gestão, Matérias

capa_boletimideia_IFSC_2O IFSC terminará 2016 com mais de 1,2 mil professores efetivos, um acréscimo de cerca de 240% quando comparado com 2002. Além do crescimento no número de docentes, aumentou também o grau de titulação desses servidores que estão cada vez mais qualificados. Se em 1997 apenas 1% dos professores do IFSC (na época Escola Técnica) eram doutores e 20% mestres, em 2015 estes números atingiram a marca de 28% e 52%, respectivamente.

Essas são algumas das análises que podem ser encontradas na segunda edição do Boletim iDEIA, a publicação conjunta da Diretoria de Estatísticas e Informações Acadêmicas (Deia) e da Diretoria de Comunicação (Dircom) destinada a disseminar os resultados da produção técnica das estatísticas educacionais elaboradas pelos servidores do IFSC. Nesta edição, são apresentados três artigos escritos pela equipe da Deia: O professor do IFSC: análise comparada a partir da institucionalidade de ingresso (parte 2), Instituto Federal de Santa Catarina no Censo da Educação Superior (Censup) e O Educacenso no IFSC: análise da série histórica 2007-2014.

A partir da leitura dos artigos, é possível compreender melhor a história do IFSC. Por meio do acesso aos dados coletados pela instituição nos últimos anos, a equipe da Deia efetuou um rigoroso trabalho de ajuste metodológico nas bases de dados do Censo da Educação Básica e no Censo da Educação Superior, disponibilizando séries históricas estatísticas, analisadas à luz da teoria educacional. Também pode ser conferida a segunda parte dos resultados da pesquisa feita com docentes do IFSC, com a novidade de que é possível identificar os professores segundo suas admissões na ETF-SC, no Cefet-SC ou no IFSC. “Esperamos que esses estudos auxiliem a comunidade escolar na compreensão dos processos de transformação educacional que pautam a construção de nossa nova identidade institucional”, destaca o diretor da Deia e coordenador editorial do Boletim iDEIA, Gustavo Henrique Moraes.

Veja mais alguns dados interessantes que você encontrará nesta segunda edição da publicação:

  • 22,54% dos professores ingressaram quando o IFSC era ETF-SC; 17,42% ingressaram na época do CEFET-SC; e 60,04% entraram com a nova institucionalidade de IFSC;
  • Atualmente, os professores ingressam mais experientes na instituição do que antigamente. Se na ETF-SC os professores ingressavam, em média, aos 28,7 anos, a partir da transformação em IFSC os professores passaram a ingressar na instituição mais velhos, com 34,2 anos;
  • Em 2011, os cursos tecnológicos representavam 75% do total de cursos de graduação ofertados no IFSC, seguidos pelos cursos de licenciatura (18,75%) e de bacharelado (6,25%). Prevalecem, ao longo de todo o período, majoritariamente os cursos tecnológicos, embora com uma queda de representatividade, de 75% para 60,87% em 2014. Por outro lado, os cursos de bacharelado cresceram e em 2014 passaram a representar 26,09% da oferta total de cursos de ensino superior do IFSC;
  • Desde 2011, o turno noturno é o que mais oferece cursos de ensino superior no IFSC;
  • O IFSC teve de 2007 a 2014 um total de 43.230 matrículas nos cursos técnicos de nível médio, representando um crescimento de 463% desde 2007, sendo que a oferta subsequente possuiu o maior número de matrículas no período de 2007 a 2014, apesar da tendência observada de queda nos últimos anos.

Para ler a segunda edição do Boletim iDEIA, clique aqui.

Como participar

Todo servidor que tiver um estudo relativo a estatísticas educacionais (incluindo dados do IFSC ou não) pode enviar seu trabalho para publicação no Boletim iDEIA. Os textos devem ser encaminhados para o e-mail boletimideia@ifsc.edu.br num tamanho de 8 mil a 20 mil caracteres, com espaços. As normas de publicação estão detalhadas no final da publicação (leia aqui). Os artigos serão recebidos em fluxo contínuo e analisados pelos editores, de acordo com os objetivos da publicação, sem avaliação externa.

Saiba mais

Tags: , , ,

Faça um comentário!