Servidores do Câmpus Criciúma doam sangue no Hemosc e organizam desafio da doação

29. setembro 2014 | Escrito por | Categoria: Câmpus Criciúma, Cotidiano, Matérias

criciuma_thiagoOnze técnicos administrativos do Câmpus Criciúma tiveram uma manhã de trabalho diferente, nesta segunda-feira (29). Eles se reuniram no câmpus e foram doar sangue no Hemosc de Criciúma. Thiago Teixeira, chefe do Departamento de Administração, foi quem teve a inciativa de convidar os servidores. “Na correria do dia a dia, é difícil alguém parar o que está fazendo para vir doar sangue. Por isso, resolvemos fechar o departamento nesta manhã para que todos pudessem vir juntos para fazer a doação. Esse é um gesto tão simples e que é ao mesmo tempo tão importante que nós não podemos deixar de fazê-lo. Nossa ideia é vir doar sangue a cada semestre”.

Édson Vieira, coordenador de Materiais e Finanças do Câmpus Criciúma, doou sangue pela primeira vez. “Foi muito tranquilo. Em menos de 15 minutos eu fiz a doação. Agora que eu sei como é, eu quero vir a cada seis meses para fazer uma nova doação”.

criciuma_maurenMauren Mendonça, auxiliar em administração do Câmpus Criciúma, aproveitou a ida ao Hemosc para se cadastrar para a doação de medula óssea. “Eu tenho o sangue O negativo e sou doadora universal, mas hoje não consegui fazer a doação de sangue. Quero vir no verão para doar. Aproveitei para me cadastrar como doadora de medula óssea. É muito gratificante saber que com um gesto tão simples a gente pode ajudar outras pessoas”.

O Hemosc de Criciúma precisa de 80 doações de sangue por dia para abastecer o estoque de 28 hospitais da região. A assistente social do Hemosc, Simone Nandi, explica que a entidade atende 41 municípios e uma região que vai de Passo de Torres a Laguna. “É muito importante quando as empresas se reúnem para trazer seus funcionários para doar sangue. A nossa meta diária é alta, porque temos que abastecer 28 hospitais”.

Para doar sangue ou se cadastrar como doador de medula óssea é preciso ter entre 16 e 69 anos, pesar mais de 50kg, estar alimentado e em boas condições de saúde. Para fazer a doação, basta levar um documento com foto até o Hemosc de Criciúma. É possível fazer a doação de segunda a sexta, das 7h30 às 18h30. O Hemosc de Criciúma também abre no primeiro sábado do mês das 8h às 12h.

Para que mais servidores do Câmpus Criciúma doem sangue, Thiago Teixeira resolveu lançar um desafio. Logo após doar sangue, ele gravou um vídeo em que desafia a coordenadora pedagógica do câmpus, Julia Clasen, a trazer a equipe do setor pedagógico para doar. Assista ao vídeo.

Tags: ,

Os comenários não estão permitidos.