Projeto de aluno do IFSC está entre finalistas de programa de incubação

3. agosto 2015 | Escrito por | Categoria: Câmpus Florianópolis, Cotidiano, Matérias, Vida de Servidor
imagem_materia_farleir

Crédito: Darwin Starter – Facebook

Um projeto do servidor do IFSC, Farleir Luís Minozzo, está entre os 21 finalistas da Darwin Starter – uma iniciativa da empresa Cventures para assessoramento e financiamento de empresas de tecnologia, em parceria com Sebrae, Federação da Indústria de SC (Fiesc), Sapiens Parque, Celta e Fundação Certi, com apoio da Glóbulo, Catarinas Design e Dialetto.

Durante o intercâmbio que realizou na Alemanha pelo Programa de Cooperação Internacional para Intercâmbio de Estudantes do IFSC (Propicie), em 2014, como aluno do curso de especialização em Desenvolvimento de Produtos Eletrônicos do Câmpus Florianópolis, Farleir desenvolveu um filtro de linha inteligente para produtos eletroeletrônicos com funções de economia de energia elétrica. Em 2015, o projeto ganhou apoio financeiro do CNPq e está sendo desenvolvido no Câmpus Florianópolis com apoio do professor Clóvis Petry e alunos bolsistas.

No último domingo, dia 2, Farleir participou da seleção da Darwin Starter, no Sapiens Parque. Sua empresa, a Novo Energia, ficou entre as 21 selecionadas entre 60 concorrentes, escolhidos entre mais de 200 inscritos.

Na próxima etapa de seleção, que vai até 14 de agosto, serão definidas as 10 primeiras colocadas, que vão receber R$ 500 mil cada, sendo R$ 350 mil em serviços e ferramentas e R$ 150 mil em recursos financeiros. As selecionadas também terão a opção de se instalarem no Inova Lab do Sapiens Parque durante cinco meses – período da incubação. Em troca, as empresas cedem de 5% a 20% de participação acionária para o programa, que conta com recursos de investidores anjo e fundações.

“Ser contemplado com esse investimento significa muito, pois com esse incentivo, uma empresa pode crescer em cinco meses o que levaria alguns anos sem apoio nenhum”, destaca Farleir. Mesmo se não for selecionado, acredita que ter participado do processo colocou seu projeto em evidência para parcerias futuras.

Além do filtro de linha inteligente, Farleir pretende desenvolver, juntamente com a equipe de pesquisa, uma linha de produtos com sensores e temporizadores para ligar e desligar aparelhos eletroeletrônicos, uma solução para o desperdício de energia elétrica.

Tags: , ,

Faça um comentário!