Entenda a reserva de vagas no Ingresso 2016.1 do IFSC

9. outubro 2015 | Escrito por | Categoria: Cotidiano, Matérias

O Instituto Federal de Santa Catarina (IFSC) reserva 50% das vagas em cursos técnicos, Proeja ensino médio e graduação do processo de ingresso 2016.1 para candidatos que estudaram em escola pública. Para poder concorrer a essas vagas, é necessário ter concluído todas as séries do ensino fundamental (para cursos técnicos e Proeja ensino médio) ou ensino médio (para cursos de graduação) em escolas públicas brasileiras – em cursos regulares ou na Educação de Jovens e Adultos (EJA).

arte_face_geralTambém pode concorrer no sistema de cotas o candidato que tiver obtido certificado de conclusão do ensino fundamental ou ensino médio com base no Exame Nacional para Certificação de Competências de Jovens e Adultos (Encceja) ou em exames ou avaliações feitos pelos sistemas estaduais de ensino, ou certificado de conclusão do ensino médio via Exame Nacional do Ensino Médio (Enem).

Dentro do sistema de reserva de vagas para candidatos oriundos de escolas públicas, há duas subdivisões. Metade das vagas serão destinadas a quem tem renda bruta familiar igual ou inferior a 1,5 salário mínimo per capita e a outra metade para quem possui renda bruta familiar per capita superior a esse valor. Os documentos exigidos para comprovação de renda estão disponíveis nos anexos dos editais do processo seletivo.

Dentro da distribuição das vagas conforme a renda, há outra divisão: a racial. Os candidatos que se autodeclararem pretos, pardos ou indígenas terão asseguradas 16% das vagas em cada faixa de renda, enquanto as 84% restantes ficam reservadas para os demais.

No caso hipotético de um curso com 100 vagas disponíveis, 50 delas iriam para a ampla concorrência e 50 seriam reservadas para candidatos oriundos de escolas públicas. Dentro do sistema de cotas para escolas públicas, as vagas seriam divididas em 25 para quem tem renda bruta familiar acima de 1,5 salário mínimo per capita e 25 para quem tem renda igual ou inferior a esse valor. Ainda, dentro de cada divisão por renda, quatro vagas seriam destinadas a candidatos autodeclarados pretos, pardos ou indígenas e 21 para os demais.

Enem

As vagas divulgadas no edital 04/DEING/2016/1, que trata do processo seletivo para os cursos de graduação, são equivalentes a 50% do total de vagas abertas em cada curso. A outra metade será preenchida por meio do Sistema de Seleção Unificada (Sisu), que usa a nota do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Os procedimentos para preenchimento das vagas via Sisu serão divulgados em edital complementar.

 

Ingresso 2016.1

O Instituto Federal de Santa Catarina (IFSC) está com inscrições abertas até o dia 9 de novembro para o processo seletivo de ingresso nos cursos técnicos e de graduação com início no primeiro semestre de 2016. Também há vagas para para cursos voltados a educação de jovens e adultos, que recebem inscrições até 18 de novembro. Ao todo, estão sendo ofertadas 4.717 vagas em 19 cidades: Araranguá, Caçador, Canoinhas, Chapecó, Criciúma, Florianópolis, Garopaba, Gaspar, Itajaí, Jaraguá do Sul, Joinville, Lages, Palhoça, São Carlos, São José, São Miguel do Oeste, Tubarão, Urupema e Xanxerê. Todos os cursos são gratuitos.

A taxa de inscrição para os cursos técnicos é de R$ 30,00 e para os cursos de graduação é de R$ 40,00. Candidatos doadores de sangue, inscritos no Cadastro Único para Programas Sociais do Governo Federal (CadÚnico) e integrantes de família de baixa renda podem solicitar o não pagamento da taxa de inscrição até o dia 27 de outubro.

As inscrições devem ser feitas no Portal do IFSC, onde também estão disponíveis os editais com todas as informações detalhadas sobre o processo seletivo. Há também computadores disponíveis para inscrição em todos os câmpus do IFSC para candidatos que não possuem acesso à internet.

Tags:

Faça um comentário!