IFSC recebeu consulta pública sobre Plano Municipal de Desenvolvimento Rural

1. abril 2016 | Escrito por | Categoria: Câmpus Lages, Cotidiano, Matérias

imagem_consulta_publica_lagesO Câmpus Lages do IFSC recebeu, na última quarta-feira (23), a consulta pública sobre o processo de elaboração do Plano Municipal de Desenvolvimento Rural (PMDR) do município. A atividade era destinada a alunos e comunidade e foi realizada pela Secretaria de Agricultura e Pesca e pelo Conselho Municipal de Desenvolvimento Rural.

“Nossa intenção foi mostrar aos estudantes o posicionamento do Plano em relação à realidade do produtor rural e eles puderam sugerir modificações ou complementar itens”, explica o secretário Moisés Savian. Na ocasião, o secretário apresentou um panorama da situação rural do município e seu histórico de ocupação. Também trouxe dados quanto aos principais produtos da região e a infraestrutura atual de estradas e edificações.

“Há muito espaço para o crescimento, Lages possui 56,6% de seu território em campo e houve um aumento de quase 50% no meio do rural nos últimos dois anos. Muito em virtude do investimento no setor através do crédito rural”, completa Moisés.

Esta foi a segunda consulta. A primeira ocorreu no Centro de Ciências Agroveterinárias (CAV/UDESC) ainda no mês de março. O resultado dessas duas consultas é um documento que será encaminhado à Câmara de Vereadores como projeto de lei. De modo geral, aponta todos os estudos feitos sobre a situação socioeconômica, recursos naturais e outros aspectos que, somados, chegam a 54 ações.

Estiveram presentes os alunos dos cursos técnicos em Biotecnologia e Agronegócio. Os alunos puderam estudar previamente o plano em sala de aula com apresentação das ações e principais metas. Para o coordenador dos cursos Técnicos em Agroecologia e Agronegócio, professor Fernando Zinger, essa atividade prévia levantou pontos interessantes e que geraram perguntas no dia da consulta. “O processo realizado no IFSC foi de grande importância aos alunos, pois eles futuramente serão difusores de tecnologias e participarão ativamente do meio rural de Lages. Além disso, eles se sentiram respeitados por serem lembrados e poderem opinar durante a estruturação deste documento”, comenta. Segundo o professor, pelo fato dos alunos serem da Região Serrana, principalmente de Lages, eles conhecem vários dos desafios apresentados e podem contribuir no processo.

Pelos próximos dois anos, o PMDR será acompanhado sistematicamente com produção de relatórios a cada seis meses, que auxiliarão no redirecionamento e servirão de subsídio para a formatação do próximo semestre. “Trabalharemos com a fundamentação legal e tabulação de dados como população rural, mapeamento das estradas rurais, mapa sobre o uso do solo em todo o território, movimento econômico, crédito agrícola, entre outros. Vamos articular iniciativas e potencializar resultados”, finaliza o secretário.

O início

O PMDR começou a ser elaborado em outubro do ano passado com a coleta de dados através do Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE), pesquisa de campo, cadastramento das estradas, levantamento do uso do solo (plantação de pinus, lavouras e florestas nativas) e outras iniciativas. Ao todo o município conta com 1.517 quilômetros de estradas rurais que serão mapeadas para facilitar a criação de roteiros para o transporte escolar e escoamento da produção.

*Com informações da Prefeitura Municipal de Lages

Tags: ,

Faça um comentário!