Alunos do Técnico em Edificações do Câmpus São Carlos simulam situações reais para debater a acessibilidade

30. maio 2016 | Escrito por | Categoria: Câmpus São Carlos, Cotidiano, Matérias

sao_carlos-acessibilidade1Os alunos do Técnico em Edificações do Câmpus São Carlos do IFSC sentiram na pele a acessibilidade (ou falta dela) em espaços públicos urbanos.
Durante uma oficina de acessibilidade, os alunos precisaram simular alguma necessidade especial e se locomover em alguns espaços. Alguns estudantes simularam que eram cegos, outros surdos, deficientes físicos e houve também idosos.
Segundo os professores responsáveis pela atividade, o objetivo da ação era que os alunos conseguissem compreender o que é barreira física e social, associando com as soluções apresentadas pela norma 9050/2015, estudada durante o curso, e compreendessem o objetivo da legislação que aborda o tema.
sao_carlos-acessibilidade2Na mesma semana, também ocorreu uma mesa redonda com o mesmo tema. Estavam presentes representantes da prefeitura, fornecedores de material, deficientes físicos, professores e os alunos já sensibilizados e conhecendo a legislação e normas sobre o tema.
O objetivo era debater sobre acessibilidade, ampliando os conhecimentos sobre a aplicabilidade da legislação, principalmente ao ouvir o Executivo, que executa a legislação; o Legislativo, que aprova e exige o cumprimento das leis; as empresas que fabricam material para execução e atendem as normas de fabricação que divergem em alguns pontos com a norma de acessibilidade.
sao_carlos-acessibilidade3Os alunos ainda puderam ouvir a sociedade que precisa se adequar e cumprir a lei, as necessidades reais dos deficientes físicos versus a percepção dos alunos sensibilizados.
Com as atividades, foi possível compreender melhor o tema, conhecendo as dificuldades dos vários agentes que estão diretamente envolvidos no cumprimento da legislação de acessibilidade.

Tags:

Faça um comentário!