Resultados da pesquisa de qualidade de vida no trabalho estão disponíveis

23. fevereiro 2018 | Escrito por | Categoria: Gestão, Vida de Servidor

A Diretoria de Gestão de Pessoas divulgou o resultado da pesquisa sobre Qualidade de Vida no Trabalho (QVT), realizada em maio de 2017. O objetivo da pesquisa foi conhecer a percepção dos servidores sobre as condições e a organização do trabalho, as possibilidades de crescimento e de reconhecimento profissional e o elo trabalho-vida social. Os resultados foram divulgados no link http://r.ifsc.edu.br/qvt/.

O objetivo da pesquisa foi conhecer como os servidores do IFSC percebem as condições, a organização e as condições, a organização e as relações socioprofissionais do trabalho, as possibilidades de crescimento e de reconhecimento profissional e o elo trabalho-vida social.

qvtifscA pesquisa foi respondida por 1.148 servidores, dos quais 935 completaram o questionário. No site onde estão divulgados os resultados, é possível ter acesso a apresentações, gráficos e respostas de perguntas abertas feitas aos servidores. Foram avaliados 44 itens divididos em cinco dimensões.

“É possível fazer filtros e ver os resultados por câmpus ou carreira [docente ou TAE]”, explica o estatístico Sílvio Aparecido da Silva, da Pró-Reitoria de Desenvolvimento Institucional, que integra o grupo que trabalha na elaboração da política de QVT do IFSC, cujo processo começou ano passado. Nas apresentações, o visitante também pode ver os resultados por diversos filtros, como faixa etária, tempo de serviço no IFSC e estado civil do servidor, entre outros. Os dados vão ser usados para embasar a construção da política (ver figura ao lado).

Resultados

Numa escala de 0 a 10, o índice geral de qualidade de vida no trabalho do IFSC ficou em 6,358, considerado “Bem-estar moderado” (que vai do 6 a 8). Os itens mais bem avaliados pelo total de respondentes foram “Meu trabalho é importante para o cumprimento da missão do IFSC” (8,575), “O meu superior imediato me respeita em relação a aparência, estilo de vida, orientação sexual, raça ou religião” (8,266) e “O trabalho que faço é útil para a sociedade” (8,225).

Do outro lado, tiveram as mais baixas avaliações os itens “As oportunidades de crescimento profissional são iguais para todos” (4,011), “As capacitações promovidas ou incentivadas pelo IFSC são suficientes para execução do meu trabalho” (4,245) e “O IFSC preocupa-se com a minha qualidade de vida no trabalho” (4,344).

Para ter acesso a mais dados, visite http://r.ifsc.edu.br/qvt/.

Faça um comentário!