Parceria com Unesc desenvolve projeto para saúde dos servidores do Câmpus Criciúma

21. março 2019 | Escrito por | Categoria: Câmpus Criciúma, Matérias

Servidores do Câmpus Criciúma participarão nos próximos dias de um projeto voltado à saúde e ao bem-estar. Em uma parceria feita entre o Núcleo de Estudos e Pesquisas em Saúde do Trabalhador (NESPT) da Unesc e a Comissão Interna de Saúde do Servidor Público (CISSP) do Câmpus, o Programa de Gerenciamento Ergonômico (Proergo-IFSC) tem como objetivo o levantamento, identificação, reconhecimento e busca de soluções para os riscos ergonômicos envolvidos nas diferentes funções desenvolvidas pelos servidores.

Cri unescifsc“Como psicóloga organizacional e membro titular da CISSP, vi no Núcleo de Estudos e Pesquisas em Saúde do Trabalhador uma possibilidade de parceria para atender as questões relacionadas à saúde e à segurança dos nossos servidores”, explica Clarice Venâncio. A partir de contatos com o coordenador do núcleo, Willians Cassiano Longen, surgiu a possibilidade de um projeto de extensão protagonizado por estudantes de Fisioterapia da Unesc.

Tendo como público alvo todos os servidores do Câmpus Criciúma, o Proergo IFSC ocorrerá durante todo o ano de 2019 e início de 2020, inicialmente nas segundas-feiras pela manhã, havendo a possibilidade de ocorrer também em outros dias ou horários durante a semana.

O programa será dividido em quatro etapas, ministradas pelo professor Willians e por professores e estudantes da disciplina de Terapia Manual II, além dos alunos de Fisioterapia da Unesc que fazem as disciplinas de Ergonomia e Fisioterapia do Trabalho (I e II). A primeira envolverá a execução da Análise Ergonômica do Trabalho (AET), pautada na NR-17, norma do Ministério do Trabalho sobre ergonomia. A segunda etapa vai promover a conscientização ergonômica através de treinamentos, orientações e disposição de material instrutivo a respeito da ergonomia. A terceira etapa envolverá a implantação de melhorias ergonômicas simples que possam ser efetivadas de maneira prática no cotidiano do Câmpus. Já a quarta e última etapa implicará no estabelecimento de futuras melhorias de ajustes ergonômicos, buscando adaptar as melhores condições de trabalho às características psicofisiológicas dos servidores.

No final destas etapas, o programa fará uma avaliação anual de seu desempenho, verificando os avanços e pontos a serem melhorados. Sendo um programa semestral, o Proergo irá gerar um relatório em dezembro de 2019, ponderando pontos positivos e negativos que serão discutidos no início de 2020, analisando a viabilidade e interesse de sua continuidade e permanência que, caso seja firmada, terá novas estratégias e objetivos que buscarão prevenir possíveis danos à saúde causados por questões ergonômicas, orientando os servidores que já apresentam algum caso nesse sentido formas de amenizar o problema.

Início

A ideia vem desde 2017, quando a CISSP foi criada no Câmpus Criciúma. Em 2019, os membros da Comissão pretendem desenvolver atividades voltadas para a qualidade de vida dos servidores. Foi sob essa motivação que a CISSP buscou, na região, parcerias que pudessem atender essa demanda.
 

Por Comunicação do Câmpus Criciúma do IFSC

Tags: , , ,

Faça um comentário!