DGP organiza equipes para desenvolver tabela de atividades do trabalho remoto

7. abril 2021 | Escrito por | Categoria: Destaques, Gestão de Pessoas

Servidores interessados em integrar os grupos de trabalho (GTs) que irão elaborar as tabelas de atividades que poderão ser desenvolvidas de forma remota têm até 21 de abril para se cadastrar pelo formulário eletrônico.

De acordo com a Diretoria de Gestão de Pessoas (DGP), a tabela deve seguir o que determina a Instrução Normativa 65/2020 do Ministério da Economia, informando as atividades que podem ser desenvolvidas de modo remoto, faixa de complexidade, parâmetros adotados para definição da faixa de complexidade, tempo de execução em regime presencial e em teletrabalho, ganho percentual de produtividade estabelecido e entregas esperadas.

Os grupos de trabalho serão compostos por pelo menos três servidores de cada área, que receberão capacitação antes do início das atividades. As áreas serão as mesmas utilizadas no mapeamento de competências, numa dinâmica também semelhante à que já foi utilizada nesse trabalho.

De acordo com a diretora de Gestão de Pessoas, Nauana Gaivota, a expectativa é que cada grupo tenha ao menos um servidor em cargo de gestão e dois não detentores de cargos, além de componentes do maior número possível de câmpus, de regiões diferentes e com a maior representatividade possível. “A intenção é que tenhamos um grupo o mais heterogêneo possível, porque a tabela é para o IFSC todo”, salienta, lembrando que a produção irá passar por consulta pública após a elaboração.

Normatização

O Colegiado de Desenvolvimento de Pessoas (CDP) vem realizando estudos para a implementação do teletrabalho no IFSC desde o final de 2020, com base na IN 65/2020. A minuta com a regulamentação geral está em elaboração, para posterior encaminhamento a consulta pública. Além disso, há outras duas frentes de trabalho: uma voltada à elaboração da tabela de atividades, que está em formação, e outra dedicada ao teste dos sistemas para controle do trabalho remoto disponibilizados pelo governo federal – esta, com a participação de representantes da Diretoria de Tecnologia de Informação e Comunicação (DTIC), auditoria-chefe e Colegiado de Desenvolvimento de Pessoas (CDP).

A proposta preliminar de regulamentação do trabalho remoto no IFSC já foi encaminhada ao Ministério da Educação.

Por Coordenadoria de Jornalismo do IFSC

Tags: ,

Os comenários não estão permitidos.