Começam debates nos câmpus sobre as diretrizes para cursos técnicos integrados ao Ensino Médio

21. março 2024 | Escrito por | Categoria: Destaques, Gestão
Primeiro encontro foi realizado em Araranguá. Foto: Adriano Larentes da Silva

Primeiro encontro foi realizado em Araranguá. Foto: Adriano Larentes da Silva

Começaram nesta semana os encontros entre a Pró-reitoria de Ensino (Proen), o grupo de trabalho (GT) das diretrizes para os cursos integrados ao Ensino Médio e os câmpus para conhecer melhor e debater sobre a minuta de documento que está sendo elaborada sobre o tema. Os primeiros eventos foram realizados em Araranguá, Criciúma (dia 19) e em Canoinhas (21).

“A intenção é estimular reflexões, debates e o engajamento de servidores e estudantes com o tema. Nesta etapa, ainda é algo mais aberto visando um amadurecimento, em cada câmpus, das proposições que serão encaminhadas posteriormente por meio de formulário específico, que já foi disponibilizado aos câmpus”, explica o pró-reitor de Ensino do IFSC, Adriano Larentes da Silva.

Em Criciúma, encontro foi no dia 19 à tarde. Foto: Daniel Cassol/IFSC

Em Criciúma, encontro foi no dia 19 à tarde. Foto: Daniel Cassol/IFSC

Desde março de 2022, o GT vem trabalhando na minuta, iniciando com reuniões semanais. Os encontros que começaram agora em março foram precedidos de uma apresentação da minuta aos coordenadores de cursos técnicos integrados e outra para os chefes de departamento de ensino dos câmpus. Também foi realizada uma live, transmitida ao vivo pelo Youtube do IFSC no dia 6 de março.

“As diretrizes para o ensino médio integrado, que foram produzidas por um grupo de trabalho que as elaborou durante 2 anos, são muito importantes porque darão parâmetros para a construção da oferta destes cursos no IFSC. Vários institutos já possuem normativas neste sentido. É fundamental que no IFSC também tenhamos um documento semelhante, para que possamos assegurar que nossos estudantes tenham a melhor formação possível “, afirma o professor Felipe Souza, presidente do GT.

Debate em Canoinhas também foi nesta semana. Foto: Ivanir Ribeiro

Debate em Canoinhas também foi nesta semana. Foto: Ivanir Ribeiro

Para Adriano e Felipe, é fundamental a escuta das pessoas que atuam no dia a dia dos cursos técnicos integrados. “Certamente, haverá inquietações, dúvidas e contraposições. É importante neste contexto salientar que o documento não está fechado, que justamente estamos fazendo rodadas de debates nos câmpus para que a comunidade conheça melhor esse importante documento e se posicione em relação a ele”, explica Felipe.

Após realizarem debates internos, cada câmpus tem até 31 de maio para enviar um formulário com proposições para a minuta. Antes desta data, entre 13 e 15 de maio, também haverá a oportunidade de debater e fazer proposições no 2º Encontro Estadual do Ensino Médio Integrado do IFSC. Ao final destes processos, até o início de julho, o GT reelaborará a minuta das diretrizes a partir das contribuições recebidas. “Tão importante quanto o próprio documento é processo democrático estabelecido para a sua construção. Penso que com esse processo teremos um ganho institucional enorme”, enfatiza o presidente do GT.

“Diante de um contexto nacional em que a reforma do ensino médio fragmentou e empobreceu ainda mais o currículo do Ensino Médio, queremos que a nossa oferta siga sendo referência de um ensino público, gratuito e de qualidade, de um currículo que estimule o ensino, a pesquisa e a extensão, a arte, a cultura, o esporte, a literatura, a criticidade e emancipação dos nossos estudantes. Com as diretrizes queremos continuar a ofertar uma sólida formação básica e técnica que permita aos estudantes fazer escolhas a partir de percursos formativos ao mesmo tempo flexíveis e consistentes, com todos os campos do conhecimento e saberes historicamente constituídos. Um dos grande desafios que temos com as diretrizes é avançar nos processos de integração curricular, superando a simples justaposição de áreas e conteúdos. Sabemos que muitos aspectos da minuta atual podem ser melhorados e ajustados e, por isso, estamos ouvindo todos os câmpus”, finaliza o pró-reitor Adriano.

Confira a agenda de encontros da Proen nos câmpus:

25/03
9h30 – Garopaba

26/03
14h – Tubarão

02/04
9h – São Miguel do Oeste
9h30 – Joinville
14h – Jaraguá do Sul
15h – São Lourenço do Oeste

03/04
9h – São Carlos
15h – Xanxerê

04/04
9h – Chapecó

09/04
9h30 – Itajaí
14h – Gaspar

11/04
9h30 – São José
14h – Palhoça

16/04
horário a definir – Florianópolis

18/04
9h – Caçador

 

Por Sabrina Brognoli d’Aquino | jornalista do IFSC

Tags:

Os comenários não estão permitidos.