Trabalho em casa: veja dicas e depoimentos de colegas

1. abril 2020 | Escrito por | Categoria: Coronavírus, Matérias

O trabalho em home office é uma novidade para muitas instituições e empresas. Com a pandemia de coronavírus, fomos pegos de surpresa e surge a questão: como se organizar para trabalhar em casa?
Pensando nisso, sugerimos alguns links para leitura, como esse post da Endeavor sobre boas práticas no trabalho remoto.

Também temos as dicas da campanha #contecomigo no Portal do Servidor do Governo Federal.

Veja abaixo também um infográfico com dicas.
Mas o melhor mesmo é saber como os colegas estão trabalhando! Veja dicas e depoimentos de colegas da Reitoria e diversos câmpus:

tamara_marcos_chapecoGeralmente acordamos mais cedo que a nossa filha, que tem três anos, e dormimos mais tarde que ela. Então aproveitamos esse tempo para atividades que demandam maior concentração. Durante o dia, nas atividades síncronas, buscamos revezar o tempo: enquanto um trabalha o outro consegue dar atenção para a nossa filha e as atividades domésticas.
O trabalho, principalmente o do Marcos, que é docente, precisou de adaptação em todas as aulas, passando a ser na modalidade a distância durante este período. Em casa o desafio está sendo manter uma rotina doméstica com uma criança de três anos que está em isolamento, e não pode sair para brincar fora.”
Tamara Bordin, auditora Câmpus Chapecó
Marcos Virgílio, professor de Informática do Câmpus Chapecó

jeane_canoinhas“Com o início do home office, tento manter uma rotina de trabalho parecida com a que cumpro na repartição. Logo cedo verifico os e-mails, memorandos, documentos e processos do SIPAC, entre outros, para logo em seguida responder e tomar as providências necessárias para o andamento dos trabalhos. Nos comunicamos com os colegas por Whatsapp em tempo integral, o que agiliza o processo e tomada de decisões.
Em casa consigo me concentrar melhor na leitura e elaboração de tarefas, o que tem sido bastante produtivo. Como no momento não temos atendimento presencial do público interno e externo e o atendimento e tratativas por meio da ferramenta Whatsapp já faziam parte da nossa rotina no câmpus, temos mais tempo para dedicar às tarefas rotineiras.
O confinamento não é fácil, mas necessário. Como moro numa casa e tenho um bom espaço externo, esse período está sendo menos estressante no sentido de não me sentir tão “presa”.
Além do trabalho, tenho me dedicado à leitura e estudo de temas de meu interesse, que antes com a correria do dia a dia, ou não tinha tempo ou estava cansada demais para tais tarefas. Além disso, tenho tentado manter uma alimentação equilibrada, pensamento positivo e utilizando técnicas para controlar a ansiedade (faxinas e organização de armários tem feito parte dessa técnica rsrs)”.
Jeane Silveira – Assessora da Direção Geral substituta – Câmpus Canoinhas

ricardo_gaspar“Além de contador, sou coordenador de planejamento de materiais e finanças. Trabalhamos eu e mais dois colegas de maneira remota, então, as atividades continuam a ser desenvolvidas, aquelas podem ser feitas de maneira remota, como confecção de liquidação das bolsas de PAEVS, liquidação da notas dos contratos terceirizados mantidos pelo IFSC, liquidação das notas que já estavam entregues e atestadas pelo IFSC. Também faço os empenhos dos contratos para o ano de 2020, para podermos manter pagamentos deste ano. Na parte de compras seguimos fazendo os orçamentos para os futuros pregões que poderão ser realizados assim que a situação se normalizar. Por fim, também estamos fazendo os ajustes dos contratos mantidos pelo IFSC de cessão de mão-de-obra, onde a multa de 50% sobre o saldo do FGTS foi reduzida para 40% desde dezembro de 2019 esses contratos necessitam ser ajustados a sua realidade atual.
Sobre a minha rotina, procuro ter em mente que o horário dedicar ao trabalho é para fazer somente aquilo, e também pelo compromisso de saber que meu trabalho impacta na vida das empresas que têm a receber do IFSC e os estudantes que podem ficar sem os recursos de suas bolsas.
Também tive que a prender a usar outros meios de mídia para poder realizar os trabalhos. Por exemplo, a falta um scanner trouxe a necessidade de procurar um aplicativo para celular que pudesse atender a essa necessidade. O convívio em família ficou mais fortalecido pelas rotinas, que obrigaram a se fazer outras coisas, como conversar sem ligar a televisão.”
Ricardo Menezes Batista, Câmpus Gaspar

P_20200407_115037_vHDR_Auto“Acredito que somente a tecnologia e uma boa dose de resiliência pode nos ajudar a passar por esse momento. Por isso tenho alternado minha rotina de trabalho nas atividades de migração dos e-mails do IFSC e suporte através de ferramentas do GSuite for Education, recentemente ativado para servidores do IFSC e que nossos alunos já dominam há mais de 10 anos. “Sabíamos que com a adoção de ferramentas como o chat.google.com, teríamos demandas vindas fora do horário direto no Smart Phone. Como estamos em um momento de contingência, existem problemas graves que afetam diretamente muitos usuários. Por isso é bom lembrar que na TI podemos ajudar coletivamente, então esperamos a compreensão nas demandas individuais”.
Farleir Luís Minozzo, Analista de TI da Reitoria

 

carla_florianopolis“Após licença adoção e férias, voltei ao trabalho 10 dias antes do início do afastamento. Com a minha filha de um ano e quatro meses em casa, tive que adaptar a rotina para atendê-la e continuar trabalhando, pois meu marido, que é servidor em outra instituição, também está trabalhando em casa.
Criei um espaço separado para trabalhar e tento manter uma rotina. No contato com os colegas, realizamos reuniões uma vez por semana pelo Meet do Google. Também utilizamos a ferramenta Trello para organização das tarefas e o Whatsapp.
Tento manter as mensagens para os colegas restritas ao horário comercial e de segunda a sexta-feira. Se estou trabalhando em outros horários e preciso falar com os colegas, envio e-mail ou recado no Trello. Temos que lembrar que trabalhar em casa não é estar disponível 24 horas. Precisamos nos organizar e respeitar a rotina dos colegas também!
Carla Algeri, Jornalista da Reitoria
Servidores do IFSC, como está a rotina de trabalho em casa? Compartilhe dicas com seus colegas sobre como se organizar. Envie-nos depoimentos e sugestões para jornalismo@ifsc.edu.br.

suavize_a_curva

Tags: , ,

Faça um comentário!